Plano ABC: linhas de financiamento rural são apresentadas em evento em Três Rios  Plano ABC: linhas de financiamento rural são apresentadas em evento em Três Rios – SINDAL-TR
UTF-8
Sistema FIRJAN

NOTÍCIAS

Plano ABC: linhas de financiamento rural são apresentadas em evento em Três Rios



O Rio de Janeiro deu mais um importante passo para a implementação de projetos de agricultura sustentável e o reaquecimento da economia do setor agropecuário fluminense. Após o lançamento do Plano de Agricultura de Baixo Carbono (Plano ABC-RJ), em março, a Secretaria de Agricultura do Rio de Janeiro, Emater-Rio e o Banco do Brasil assinaram um Protocolo de Intenções com o objetivo concentrar esforços para a implementação das metas.

Cem pessoas entre produtores rurais, empresários e secretários de Agricultura e Meio Ambiente dos municípios do Centro-Sul Fluminense conheceram as linhas de crédito e financiamento destinadas especialmente para a execução destes projetos.

O Plano pretende consolidar uma economia de baixa emissão de carbono na agricultura do Rio de Janeiro e, com isso, estimular novas formas de produção sustentáveis que aliam o aumento da atividade econômica e rural, fortalecimento da segurança alimentar e a redução da emissão de gases de efeito estufa na atmosfera.

Ousadas, as metas para o Rio de Janeiro estabelecem que até 2030 sejam recuperados 180 mil hectares de pastagens degradadas; a implantação de Integração Lavoura-Pecuária-Florestas em 46 mil hectares e; o aumento da área de florestas plantadas em pelo menos 100 mil hectares.

Na secretaria-executiva do Grupo Gestor, o Sistema FIRJAN teve papel fundamental na mobilização e engajamento dos atores para elaboração do plano. Segundo Andrea Lopes, especialista em Meio Ambiente da Gerência de Sustentabilidade da Federação “O plano vai induzir a utilização de práticas sustentáveis na agricultura fluminense além de trazer ganhos econômicos para os produtores rurais, ganha o meio ambiente e ganha a economia.”

Luiz Carlos Batista, superintendente Estadual do Banco do Brasil, declarou total apoio financeiro ao cumprimento das metas e afirmou que toda demanda será atendida pelo Banco.

Os projetos terão linhas de crédito específicas e, os produtores e técnicos serão capacitados no âmbito dos programas preconizados pelo ABC em parceria com o SENAR, Embrapa Gado de Leite e Ministério da Agricultura.

Todo o processo teve início em abril de 2016, durante o evento sobre o fortalecimento da bacia leiteira do Centro-Sul Fluminense. Segundo Alceir Corrêa, presidente do Sindal e da Representação Regional da FIRJAN na região, o programa vai ampliar o acesso a recursos financeiros permitindo um novo suspiro para a cadeia produtiva rural local. “Há muitos recursos a serem disponibilizados pela União e, por isso, é preciso difundir estas informações e qualificar pessoas para que os projetos possam alcançar as verbas e movimentar toda economia do interior do Rio”, destacou.

Em âmbito nacional, o Plano ABC é gerido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). No estado do Rio, a ação é coordenada pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pesca e Abastecimento e tem a FIRJAN na secretaria executiva. Ainda integram o grupo o Banco do Brasil, Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado do Rio de Janeiro (FAERJ), Secretaria de Estado do Ambiente (SEA), o Sebrae-RJ, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro (Emater-Rio), Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (Pesagro-Rio) e a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Fonte: Sistema Firjan

Compartilhe: